Lançamentos

[Conto] Exposição de Luxo – Sabryna Rosa

Sinopse Amanda Cavatti é uma digital influencer famosa e insatisfeita com sua carreira midiática. Reflexiva sobre sua vida, ela decide recomeçar do zero como pessoa anônima e fora da internet. Mas antes de largar tudo, Amanda precisa cumprir um último compromisso de trabalho, onde comete um erro simples e inocente. As consequências desse erro revelam que uma vez exposta, nada nunca volta a ser como antes. Baixe gratuitamente meu livro Cafés Amargos Confira o booktrailer: Resenhas Onde comprar Compre e leia Exposição de Luxo na Amazon ou assine o Kindle Unlimited e acesse o livro através do catálogo

Continue Reading
Gratuitos

[Romance] Cafés Amargos

Sinopse O que acontece depois que se conquista um sonho? Por onde seguir depois que se chega ao topo? Essas foram perguntas difíceis e desastrosas para Tomás, um jovem escritor que não soube lidar com o sucesso. Um sujeito emaranhado nos próprios conflitos, que só soube se reerguer ao encontrar uma salvação em carne, osso, cabelos cheirosos e perfume doce. Alguém do passado que tinha um papel involuntário de dar reviravoltas em sua vida. Sobre Cafés Amargos Cafés Amargos foi o meu primeiro livro escrito e também o primeiro publicado. Nasceu lá em 2013, quando eu ainda estava no início da faculdade. Publicado por meio do 35º Concurso Literário Cidade de São Luís, concurso que o premiou na categoria Romance – Prêmio Aluízio Azevedo, essa história surgiu de uma necessidade de falar dos conflitos emocionais que travamos com nós mesmos quando estamos diante de situações que envolvem nossos sonhos, nossos medos, as pessoas que amamos e também as coisas que queremos dizer e não sabemos. Leia um trecho: “Ponho o café amargo em uma xícara e me debruço sobre a janela que dá para a rua. Observo o vaivém e a barulheira dos carros, sirenes de ambulâncias, ônibus, e me indago quando voltarei a ter sossego sonoro. Isso poderia me inspirar se fosse em outros tempos. Hoje não passa de um belo incômodo, como tudo por aqui, um belo e talvez irreversível martírio. O computador ainda está ligado, ponho-o sobre a mesa e tento escrever. Digito algumas palavras sem nexo, apago, escrevo novamente, apago, digito ainda com mais rapidez numa tentativa de fazer as ideias fluírem, mas, quando paro para ler o que escrevi, sinto raiva. Está uma porcaria. Essa vida, esse café, esse cérebro que não consegue mais pensar, está tudo uma porcaria. Tento lembrar no que eu pensava antes de escrever, como obtinha inspiração quando minha criatividade ainda morava em mim, mas é inútil, ela se perder nos dias inativos e não sei mais como encontrá-la”. Cafés Amargos foi publicado em 2015 e agora a versão digital está disponível para leitura. Clique aqui para fazer o download e embarque nessa história sensível e apaixonante!

Continue Reading