Para Escritores

3 maneiras de aumentar seu vocabulário

Profissionais que trabalham com produção textual, em especial escritores, precisam dominar não só as regras gramaticais (não é necessário ser nenhum PhD em português, mas é imprescindível ter um bom nível de conhecimento) como também ter um vocabulário diversificado à sua disposição. Um bom vocabulário não significa saber palavras difíceis, arcaicas ou rebuscadas, mas ter opções para usar no seu texto e deixá-lo mais rico. Aperfeiçoando o seu vocabulário você evita repetição de termos, expressões fracas e frases comuns, que podem dificultar a comunicação com o seu leitor. Por isso, aqui vão 3 maneiras de aumentar seu vocabulário e elevar o nível da sua escrita 1. Leia bastante Eu sei, parece que todos os artigos com dicas para escritores tem esse tópico. A explicação é simples: um escritor é antes de tudo um leitor! Quando você lê de forma habitual e constante você entra em contato com uma série de palavras e construções frasais que farão parte do seu repertório de forma consciente ou inconsciente. Com isso eu quero dizer que não precisa decorar todas as palavras novas, mas elas deixarão de ser estranhas para você e quanto mais você entra em contato com elas, mais elas farão parte do seu vocabulário. Por isso, leia bastante e leia todo tipo de texto. De revistas científicas a livros infantis, todo material escrito vai acrescentar algo a você. Leia também 10 coisas que ajudarão na sua carreira de escritor 2. Veja boas palestras e discursos Escolha um assunto que você gosta e procure por palestras nessa área. Geralmente, palestrantes têm um ótimo domínio da língua e estruturam seus discursos de forma bem organizada. É uma maneira diferente de aprender. 3. Leia dicionários Calma, não precisa sentar com um Aurélio no colo e ler de uma capa a outra – se quiser, pode, mas não deve ser muito divertido. Minha sugestão é que todos os dias você abra uma página e dê uma olhadinha em uma ou duas palavras novas. Veja o significado, os sinônimos e aplicações em frases e contextos. Você pode usar o velho e bom dicionário impresso, ou pode usar aplicativos. Eu, particularmente, gosto bastante do Aurélio e Dicio, e são os que eu uso na minha rotina. Ambos apresentam uma palavra diferente por dia na página inicial e você pode começar por aí. Conheça meus livros Como eu disse, não é preciso buscar as palavras mais incomuns para aprender ou sair decorando uma por uma, mas, de forma gradual, aumentar a sua bagagem pessoal de palavras e sair do lugar comum na hora de escrever seu texto. Você pode sim anotar as que achar mais interessante ou que poderia vir a usar. Eu faço isso mantendo uma listinha no OneNote, e de vez em quando dou uma olhada. São palavras que todo mundo já ouviu alguma vez na vida, mas que no dia a dia acabam por não vir à cabeça e podem melhorar o meu texto de alguma forma. Exemplo: servil, parcimônia, ternura, melindrado. Como está o seu vocabulário? Que palavras aprendeu nos últimos tempos e que de alguma forma ajudaram você a construir um texto melhor? Comente aqui e vamos trocar figurinhas de palavras (:

Continue Reading