Para Escritores

5 dicas para criar um bom conflito central

Spread the love

O conflito central é o ponto mais importante da sua trama, o motivo da sua história existir. Seu herói vai caminhar para lá e todo os outros personagens vão trabalhar para ajudá-lo ou atrapalhá-lo. Mas como saber se o conflito é empolgante o suficiente? Hoje eu trouxe 5 dicas para criar um bom conflito central e conferir valor para a história que você quer contar.

1. Um risco vencível

Você não pode dar ao seu herói uma tarefa impossível de cumprir. Pode, e até deve, ser o mais difícil possível, mas ele precisa ter um jeito de vencer. E por risco eu não quero dizer exatamente um monstro de quinze cabeças, pode ser algo concreto ou abstrato, uma pessoa em carne e osso ou uma situação, um problema, um trauma, você é quem dá as cartas. No meu romance Café Amargos, o problema do meu personagem é o bloqueio criativo, e o risco é a escassez de recursos que vai aumentando conforme ele fica cada vez mais sem produzir nada.

2. Conflito claro

Deixe seus leitores saberem o que o herói precisa fazer exatamente. Encontrar alguém desaparecido? Passar em uma prova? Voltar a cantar nos palcos? Correr atrás de um sonho distante? Superar a morte de alguém? Isso precisa estar definido desde o seu planejamento de escrita, e então tudo vai ficar mais claro não só no momento de escrever como quando seus leitores se debruçarem sobre a história. Tente fazer um resumo, em poucas linhas, daquilo que você escolheu para ser o grande obstáculo do herói.

3. Tente ser clássico sem ser clichê

Aqui a criatividade entra com tudo. Que tal um conto de fadas onde o príncipe vai salvar a princesa e chegando lá ele é quem se vê em apuros e é salvo por ela? Ou que tal se em vez da mocinha tímida e o cara popular da escola o seu casal seja uma mocinha inteligente e um cara inteligente disputando quem se sai melhor na gincana anual? Ou ainda, se em vez dos seus personagens se odiarem no começo e se amarem no final, por que eles não se amam no começo e percebem, no final, que não são tão compatíveis assim? Em cima das narrativas já meio batidas dá pra criar coisas novas e bastante interessantes.

Conheça meus livros

4. Conflito compatível com o gênero

O que você observa nos outros livros do mesmo nicho que o seu? O que o público espera de histórias como a que você quer criar? Faça uma pesquisa nessa linha e veja o que vem sendo lido. Não para imitar, mas para se orientar melhor e ter uma perspectiva sobre o que o seu público alvo está esperando.

5. Coadjuvantes também são importantes

Se a sua história tem personagens além do herói (e, na minha perspectiva, deve ter), dê atenção a eles, porque eles serão importantes na jornada. Personagens secundários ajudam a narrativa a caminhar (para o bem ou para o mal).

Essas foram as 5 dicas para criar um bom conflito central e é interessante usá-las logo no seu planejamento inicial da escrita. Qual o obstáculo do seu herói?

3 thoughts on “5 dicas para criar um bom conflito central”

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.