fbpx
Para Escritores

Como aperfeiçoar o seu estilo de escrita

Você saberia reconhecer um texto não assinado do seu autor favorito? Saberia ver um poema, um romance ou um conto e identificar particularidades de quem o escreveu? É incrível quando um escritor consegue chegar em um nível de lapidação da sua escrita que o leitor dificilmente o confundirá com outro. Mas como conseguir isso?

Não podemos ter certeza sobre o que cada autor fez para chegar lá, mas podemos praticar algumas ações e aperfeiçoar nosso estilo de escrita a cada dia. Confira algumas delas:

Conheça o Caderno de Exercícios – Cenas

Estilo de escrita é repertório e experiência

Você não pode fazer uma salada de frutas muito bonita com apenas uma fruta só, assim como você dificilmente terá uma escrita sólida sem leitura e, mais do que isso, sem leituras diversificadas.

Tendemos a copiar, ainda que de modo inconsciente, as estruturas textuais com as quais entramos em contato. Se lemos muita coisa de um estilo só nos acostumamos com aquele vocabulário e aquela forma de escrever. Eu sugiro que você tenha uma rotina de leitura variada, sem ignorar, principalmente, os clássicos literários.

A partir daí, mantenha a prática de escrita em dia, ainda que você não esteja trabalhando em nenhum livro no momento. Escreva contos, crônicas, poemas, textos avulsos ou até mesmo mantenha um diário. O importante é colocar o seu repertório para fora.

Como aperfeiçoar nossa voz de escritor?

A voz do escritor é a maneira como ele expressa sua percepção sobre o mundo. Se temos o imaginário limitado – ou seja, se nosso repertório é pequeno – essa percepção tende a ser também limitada. Vemos o mundo como todo mundo vê, sem maiores reflexões e tendendo ao senso comum. Isso se reflete na escrita. Amplie seu escopo de referências.

Quem aqui nunca leu livros que são mais do mesmo?

Leia também O que eu aprendi lendo O Zen e A Arte da Escrita

Você pode contar uma história exatamente igual a tantas outras, mas se a sua base, a sua voz e o seu imaginário forem expandidos, suas histórias também serão.

Seu estilo pode estar fora da zona de conforto

Eu sempre tive bastante dificuldade em escrever contos. São tipos de textos que pedem mais objetividade e sucintez, enquanto eu era habituada a desenvolver demais as minhas narrativas. Quando decidi arriscar um ou outro conto vi que isso me ajudou a ser mais direta nos romances; eu não perdia mais tempo contando o que não era necessário.

Sair da zona de conforto e enveredar por outros tipos de texto ajuda a ter uma visão externa do seu próprio estilo. Você passa a pensar e criar de maneira diferente porque precisa se adaptar, e quando volta a escrever o que está acostumado percebe uma escrita menos automática. Faça isso de vez em quando.

Conheça meus livros

Boa escrita é também dedicação

Eu costumo pensar que escrever é organizar da melhor maneira possível as palavras que já existem por aí. Se você abrir um dicionário está tudo lá, você não precisa inventar mais nada, apenas se dedicar para colocá-las em uma ordem que faça sentido e ofereça beleza para o autor.

Observe escritores como Murakami, um autor cujos livros têm um vocabulário comum, sem muitos enfeites, mas que está disposto de uma maneira que faz a leitura fluir como água em um riacho de interior.

Essa habilidade é fruto de um talento alinhado à prática. Você consegue montar melhores estruturas de texto lendo mais e ampliando as bases de onde vêm as suas ideias. Ao escrever e revisar preste atenção em cada palavra e no que ela quer dizer naquele lugar onde você a colocou.

Encare o texto como uma possibilidade de combinações que podem dar mais ou menos certo conforme você se dispõe a mudar os elementos de lugar. Estude gramática, vocabulário e literatura, e jamais se acomode. Sempre é possível escrever um texto melhor que o outro.

Gostou desse conteúdo? Faça parte da minha lista de e-mails e não perca nenhuma novidade

indicates required
Que tipo de conteúdo mais interessa você?
Como aperfeiçoar seu estilo de escrita.

Escritora, jornalista e leitora assídua desde que se conhece por gente. Escreve por achar que a vida na ficção é pra lá de interessante.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Sabryna Rosa